Shauan Bencks – A Queda no Pico do Jaraguá

julho 1, 2014 § 6 Comentários

Amigos, no último dia 22/06/2014 sofri minha primeira queda de bike depois do retorno ao pedal em 2010.
Ou seja, foram quatro anos e mais de 7000 Km rodados sem nenhuma queda.

Mas mesmo depois de muitos passeios, cicloviagens médias, cicloviagens longas como de SP a Sertãozinho/SP e de SP ao Paraná em Janeiro deste ano, o momento dolorido chegou pra mim em um pedalzinho simples, domingueiro, no Pico do Jaraguá aqui em São Paulo.

Saldo positivo, nenhuma fratura, mas muita dor pelo impacto, pois quem me conhece sabe que sou um cara grande, pra não dizer gordo rsrsrs, então vocês podem imaginar todo este corpinho caindo inteiro em cima do meu ombro esquerdo.

Foi triste, doeu e ainda está doendo, mas estou bem melhor.

Abaixo as fotos do dia, desde os primeiros bons momentos, até o crucial encontro com um parafuso na estrada e o chão.

Sofremos muito, eu e Andre, na ambulância que tanto balançava que eu pensei que ia sair de lá com o ombro que estava bom também quebrado.

Agradeço demais aos bombeiros, só consigo lembrar o nome de um, Fábio, que foi muito atencioso e ajudou dentro do Hospital, pois não tinha funcionário pra ajudar a moça do Raio X a me colocar na mesa para fazer as chapas.

Agradeço muito aos ciclistas que me viram na rua e ajudaram a ligar pro Resgate, e imensamente agradeço a Paulo Roberto Straiotto (o Véio) e André Leonardo (o Nego Preto que eu amo) pela ajuda na hora da dor, pelas fotos e risadas também.

E claro, tenho que agradecer o segundo socorrista, o Jorjão, meu Paizão, que foi pegar a bike quebrada, depois foi ajudar André e Paulo a comerem algo depois de muitas horas na rua e também foi fazer o transporte do paciente de Pirituba a Carapicuiba, comprar remédio etc… E a Rosaninha, minha mamãe, dá pra sentir as orações dela até agora…rs .. Amo vocês.

E meu amor, Tatão, ficou comigo no Hospital o tempo todo, correndo atrás do médico, correndo com minha ficha que estava esquecida na mesa da médica que foi embora, me cobrindo com a blusa dela, pois eu estava com um frio da péba…rs .

Te amo demais Tatinha.

O sistema de saúde no Brasil é totalmente falido, vamos pelo amor de Deus, tentar votar em quem assuma algum tipo de responsabilidade por nós, pelo povo. E depois vamos lá cobrar caso não estejam fazendo nada.

Precisamos cobrar, pois como não dá pra saber se o cara realmente é sério, então vamos cobrar de quem quer que seja que entre pra governar a gente e nos representar.

Passei bastante tempo com plano de saúde, mas agora que não tenho e tive que encarar o PS de Pirituba, tive que sair da minha bolha e perceber que tem gente morrendo a toda hora, vomitando e sangrando nos corredores dos hospitais, sem papel higiênico no banheiro, com muito sangue no banheiro inclusive e que gente internada nos corredores é totalmente “normal”, não é só coisa que aparece na TV.

Depois de tanto tempo sem pedal, saindo de casa cedinho… Oh Beleza

Frioooooo

Café com o Véio Straiotto na padoca da Vila Menck.. tudo sussa..

Encontramos o bom Negão André Léo e vamos subir o Pico… Vem ni mim ladeira…

Ó nóis penando pra subir rsrs

Sobeeeee

 

É bonito demais… vale a pena gente..

Encarando os degraus para ver a paisagem da antena…

O cume

Musiclistas no cume, na ponta da antena.. uiiii

Mas na volta……….

O momento fatídico….
Traumático….
Dolorido….

A Queda…

O provável parafuso assassino…

O rombo na roda…

E o inevitável chão….

Como doía muito o meu ombro esquerdo, o Resgate foi chamado…

Dor, dor e dor…

Os caras do bombeiro são sensacionais…. espetaculares…

 

Bem, depois da queda, fiquei em casa de molho como não poderia deixar de ser, perdi dias de trabalho, tomei banho com dificuldade, sentar e levantar era um drama etc etc.

Mas com este tombo um outro mal me atacou, a Bronquite, ela que aparece pra mim tão raramente e de maneira tão fraquinha, veio com força total após este tombo.

A queda foi no domingo e na terça eu não conseguia respirar de tanta bronquite.

Acredito muito em energias e certamente o susto do tombo baixou minha resistência física, talvez em prol de curar o ombro as energias boas se dirigiram todas a ele (o ombro), deixando meu pulmão um pouco mais desprotegido, vai saber…

Conclusão, médico de novo, soro, inalação e xaropes.

Agora vocês imaginem a dor que eu sinto quando tusso, pois as dores no ombro permanecem e a tosse e os espirros praticamente me enfiam uma faca nas costelas… affff

Bem, mas chega de reclamar, vejam algumas fotos do tratamento da Bronquite, só pra registrar o drama neste livro virtual e vamos falar do que interessa, Pedaaalllll kkkk

Soro no PS da Vila Dirce – Carapicuiba – Tentando curar a Bronquite.

 

Entrando sorinho bom pra tirar a meleca….

Conclusão Final

Ainda sinto dores no ombro, mas muito mais amenas, estou com o lado esquerdo bastante roxo devido ao ematoma da batida, mas o principal agora é curar a Bronquite que tá enchendo a paciência.

A bike está nas Bicicletas Rapina, como não poderia deixar de ser, Arthur está cuidando dela, virá com roda nova, celim novo, e preta, isso mesmo, vamos pintar a Supra de preto fosco.

Arthur analisou o quadro não viu nenhum problema estrutural, então vamos rodar mais uns Km com ela antes de gastar granas maiores. Eu gosto da bichinha, ela está o meu número, fiquei feliz de poder mantê-la mais um tempo.

Então, em breve, notícias da nova Supra que vem por aí e futuros pedais, pois o ciclo não pode parar.

Obrigado a todos amigos que direcionaram bons pensamentos pra mim nestes tempos de dores.

Se quiserem ver o álbum completo do passeio e da queda, basta acessar aqui: http://goo.gl/EMhTYm

Créditos das fotos: André Leonardo e Paulo Straiotto.

Axé.

Onde estou?

Você está navegando atualmente a Tombos categoria em Shauan de Bicicleta.