ciclovia, ciclofaixa, calçada compartilhada

janeiro 28, 2015 § Deixe um comentário

Importante saber, ainda mais entre nós ciclistas…. As vezes não sabemos… ou achamos que sabemos…

as bicicletas

ciclovia, ciclofaixa e calçada compartilhada parecem mas não são a mesma coisa. inclusive algumas são de uso facultativo, outras de uso obrigatório por parte do ciclista.

ciclovia do rio pinheiros, obra do governo alckmin (PSDB), realizada após intensa pressão de cicloativistas.

vamos primeiro entender o que são cada uma delas, de acordo com o código brasileiro de trânsito:

CICLOVIA – pista própria destinada à circulação de ciclos, separada fisicamente do tráfego comum. (anexo I, dos conceitos e definições, do CTB)

CICLOFAIXA – parte da pista de rolamento destinada à circulação exclusiva de ciclos, delimitada por sinalização específica. (anexo I, dos conceitos e definições, do CTB)

CALÇADA COMPARTILHADA – calçada, passeio, onde, de acordo como artigo 59 do CTB, foi autorizado o trânsito de bicicletas.

pois bem. notou que ciclovia e ciclofaixa são de circulação específica de bicicletas? já a calçada compartilhada não.

o artigo 58 do CTB diz:

Art. 58. Nas…

Ver o post original 321 mais palavras

Anúncios

Aos Motoristas – Priorizando a Vida

janeiro 20, 2015 § 2 Comentários

Texto para meus contatos do Facebook e que são motoristas.

Amigos motoristas, motociclistas e afins, segue um link muito importante para que possamos entender (tanto ciclistas como motoristas) a compartilhar as vias de nossa cidade.

Todos sabem que uso a bicicleta como meio de transporte e não apenas para lazer, então peço a ajuda de vocês para que estejamos todos sintonizados e em harmonia.
A lei está explicadinha neste link, os direitos e deveres de todos os lados para um bom convívio. Mas ela nem seria necessária se tivéssemos bom senso e valorizássemos mais a vida do que a pressa…
Mas bem, a lei está aí também para nos instruir, pois nesta nova fase que estamos vivendo na grande SP, onde os modais de transporte estão começando a interagir mais efetivamente, é normal surgirem dúvidas de como proceder e de quem é a vez ou a prioridade.

Mas que a gente sempre valorize e priorize a vida, sua pressa não vale mais que isso.

E claro, o convite a pedalar é permanente, se vocês precisarem de ajuda para comprar uma bike, para montar um roteiro de passeio ou roteiro para ir ao trabalho, estou totalmente à disposição sempre. Gratuitamente..rs

Experimentem desacelerar, ver o dia a dia com outros olhos, em outro tempo e com vento no rosto… o encantamento é imediato, basta abrir as portas e janelas da alma para outro modo de vida…

E aqui o link com as diretrizes sobre Bike e Carros na via: http://vadebike.org/2004/08/o-que-o-codigo-de/

E aproveito para divulgar o link deste documentário tão interessante e imperdível:
https://www.youtube.com/watch?v=JODEGNxS4CU

CicloBeijos para todos…

Shauan

Dia 3 – Cicloviagem 2015

janeiro 7, 2015 § Deixe um comentário

Mais um dia. Um dia leve.
Hoje pedalei só 25 km. Pois como relatei ontem, dormi próximo ao que seria meu destino de ontem.
Hoje cheguei em Holambra, cidade linda, mágica, encantadora.
Estou na casa de grandes amigos, familia de Marcus Vinicius. Inclusive já registro gratidão imensa por Carol, Telma, Marcus e o amigo Luciano, que trabalha com a família e que acabei de conhecer.
Bem, já é tarde, estou com sono demais então o relato será curto.
Informo que está tudo tranquilo e na paz..
Seguem algumas imagens do dia.

image

Portal de Holambra

image

Meu mais novo melhor amigo. Ório

image

image

Grande Marcus

image

image

#valoresestranhos

março 10, 2014 § Deixe um comentário

01valoresestranhos

Novos Equipamentos – Barraca

dezembro 18, 2013 § 1 comentário

Novos equipamentos para a próxima viagem….

Primeira viagem com barraca… hospedagem em pousadinhas será a última opção..hehe

Agradeço publicamente ao grande amigo e guru, Antigão (http://pneunaestrada.blogspot.com.br/) que além de indicar esta barraca (Falcon 3 da Nautika) em seu maravilhoso blog, ainda me enviou muitas dicas de comida, fogareiro, sandália e afins… a viagem já começou, embora ainda não estejamos na estrada… Grato demais Antigão.

Obs. comprei a Falcon 3, que significa que cabem 3 pessoas, pois sou grande e também vou viajar com minha esposa Tati Olsen, mas o amigo Paulo Straiotto, que viajará comigo adquiriu uma Falcon 2, perfeita para viajar sozinho e colocar os alforges dentro da barraca na hora de dormir… #ficadicapracicloturismo…rs

1504951_10200707813969074_311443878_n

1486656_10200707877930673_1499769729_n

1520684_10200707981613265_1184235734_n
1510970_10200706119206706_1586826270_n1525685_10200706113086553_492648782_n

1524984_10200706124286833_973577246_n

Pedal por SP – Indo ao Trabalho em Pinheiros

dezembro 8, 2013 § 2 Comentários

idosos-ciclismo

Shauan e Tati daqui a uns aninhos… rsrsrs

Sabe, não sei se estou ficando velho, o que de fato estou, ou se estou apenas brigando menos com a vida e buscando mais saúde mental e física…rs

Acontece que estou a cada dia mais querendo e pedalando para ir ao trabalho, mas cansei de me agitar mentalmente (negativamente). Tenho percebido que, embora seja possível pedalar entre os carros, ônibus, caminhões e todos os veículos motorizados (que não conseguem compartilhar a pista com um ciclista), eu me canso muito mentalmente, mas muito mesmo, pois existe muita tensão e atenção necessárias para que se possa chegar aos lugares.

Eu chego exausto em meus destinos, mas não pelo pedal, pois já adquiri boa resistências para subidas e buracos da cidade, mas me sinto muito cansado mentalmente devido ao tanto de movimento mental que é preciso para se livrar da irresponsabilidade de todos, sim de TODOS os motoristas, pois existe falta de informação, falta de conhecimento do Código de Trânsito que me dá sim o direito de ir e vir de bike, mas esta falta de informação gera irresponsabilidade completa.

Bem, resumindo a história, eu não vou deixar de pedalar no trânsito, mas, além de buscar as rotas alternativas, fora das grandes avenidas etc etc, vou alternar muito mais entre os modais bicicleta e a pé, ou seja, nas vias de cruzamentos muito chatos, não vou me estressar e tentar enfiar na cabeça dos motoristas que eu tenho o direito de estar lá, eu simplesmente vou andando.

E agora vou escrever algo que talvez deponha contra mim e minhas iniciativas de ciclista responsável com a filosofia de vida de um biker, mas eu vou declarar, aqui, agora, aos 4 ventos que:

Vou pedalar em algumas calçadaaaaaaaaasssssssss (leiam isto aos gritos e em bom tom kkk)

Calma, não será nenhum abuso, mas eu descobri que existem muitas calçadas não habitadas em meu trajeto para o trabalho, sim, acreditem, existem trechos consideráveis de calçadas que passam 1 única alma viva a cada muitas horas, e eu não vou perder tempo e me cansar mentalmente, vou utilizar estas calçadinhas como minha ciclovia particular….

Acontece que  vou ligar o Bom Senso no nível máximo, é claro, vou pedalar nestas calçadas priorizando os pedestre ao extremo e no caso de alguma movimentação eu salto da bike e vou andando a pé com os pedestres do local. E tenho dito.

Ontem, sábado, dia 07/12, dia do meu aniversário, fui até a Casa do Brincar em Pinheiros, saindo de minha casa em Carapicuiba e já praticando este novo formato, pedalei como pedestre e como ciclista, além de aproveitar algumas calçadas sem trânsito de pessoas.

Foi maravilhoso, minha mente se divertiu com o pedal, pude pensar em outras coisas, pensar no pedal, na próxima cicloviagem, pensar nos afazeres do dia, no show de amanhã, tudo isto sem esquentar com os desesperados do trânsito, pois não tem como não generalizar, infelizmente as pessoas não estão percebendo que são completamente desesperadas no trânsito, o mundo dentro de um carro não deixa as pessoas curtirem nada, estão sempre atrasadas, sempre.

Enfim, desabafos de lado, este é o Shauan versão 2014, menos stress, mais pedal, mais trechos a pé e mais cicloviagens se Deus quiser.

Outra coisa que preciso registrar, comigo não está funcionando a ideia de assumir a pista quando estiver entre os carros.

Embora até a CET indique que o melhor é o ciclista assumir a pista, para que os carro não o espremam na sarjeta, comigo esta tática só funciona quando estou com mais gente pedalando comigo, quando estou sozinho tem sido muito pior, ou seja, se fico próximo à sarjeta (mas não nela), muitos motoristas desviam um pouco de mim e me ultrapassam, maravilha.

Mas quando assumo a pista, a quantidade de gente altamente irritada e que quase me derruba e empurra é muito grande, eles tiram finas de mim, gritam a plenos pulmões que eu devo ir para o canto etc etc..

Ou seja, a falta de informação é tão grande, a falta de vontade de mudar e de entender o código de trânsito é tão grande, e a escolha pela morte do ciclista é tão intensa (sim, eu penso que estas pessoas escolhem matar alguém a chegarem atrasadas em seus destinos) que infelizmente o melhor, ao pedalar sozinho, é ficar mais próximo à sarjeta e ativar o plano Shauan 2014, com mais rotas alternativas, mais calçadas e mais trechos a pé.

Eu sei que tenho que fazer algo pra mudar o mundo e que fugir dos carros não é a melhor opção, mas infelizmente quem pode se machucar feio sou eu, sempre será eu.

Dica: para ir para Pinheiros, vindo de Osasco, vá pela Super Avenida, depois passe pela UniFieo e na Vila Yara vá pelo Balão do Jaguaré e desça a Av. Bolonha (descida deliciosa), depois ultrapasse o Viaduto do Jaguaré a pé, empurrando a bike, pois é muito perigoso o convívio com os caminhões e ônibus neste viaduto que está sempre lotado.

E na frente do Parque Villa Lobos pegue a pista de cooper que está no canteiro da Av. Prof. Fonseca Rodrigues e vá direto, sem sair dela até Pinheiros e você pode inclusive emendar com a Av. Faria Lima se este for o seu destino.

Na pista de cooper dê muitos bons dias para as pessoas que estão correndo, para outros ciclistas estilosos, sim, lá temos muitos ciclistas com estilo, bikes lindas, alforges gringos, capacetes franceses e gente com cachorrinho perfumado.. olha só que delícia…rs tudo de bom…

Vejam o mapa deste percurso.

É isto turma.

Bom pedal a todos. E cuidem-se pois estamos no mundo das máquinas, no exagero, mas acredito muito que o futuro é o índio, nós vamos chegar lá.

Shauan

7 Passos Andinos – Livro

novembro 29, 2013 § 1 comentário

7_PASSOS_ANDINOS_1265571292PTurma, acabo de concluir a leitura de 7 Passos Andinos, de Antonio Olinto.

Mais uma obra sensacional sobre cicloturismo, recheada de histórias incríveis e dicas únicas para quem viaja de bike.

Se você está pensando em fazer sua primeira viagem de bicicleta, não leia este livro agora, deixe pra ler mais tarde, pois o que Olinto passou nesta viagem foi pesado, complexo, mas, segundo o próprio, valeu o esforço pois a experiência foi única e as paisagens incríveis.

Brincadeira a parte, todos podem ler, claro, mas não se assustem os iniciantes do cicloturismo, pois existem muitas viagens menos complicadas e altamente gratificantes para serem pedaladas, esta é apenas uma delas.

Boa leitura a todos, comprem no site do Olinto e ajudem o Projeto de Cicloturismo continuar no ar, o trabalho do cara é bom galera, vale muito à pena.

www.olinto.com.br

Abraço
Shauan

Onde estou?

Você está navegando atualmente a dicas categoria em Shauan de Bicicleta.