Cicloviagem 2015 – Álbum Completo

janeiro 10, 2015 § Deixe um comentário

Cliquem no link abaixo para ver o álbum completo da Cicloviagem 2015 – Carapicuíba/SP até Holambra/SP

Álbum: http://goo.gl/ZiYT4K http://goo.gl/ZiYT4K

Dia 04 – Cicloviagem 2015 – Final

janeiro 8, 2015 § 2 Comentários

Dia do Tchau.

“O natural é as vezes alguma coisa não dar certo.” (meu amigo Marcus Vinícius)

Estava decido, vou voltar de Holambra até Campinas, onde tem rodoviária grande, e pegar um busão até Franca/SP, com isso evito de tomar tanto sol na cabeça e encarar tanto acostamento cheio de arames de pneu furando os meus.

Na volta pra Campinas, com 8 sóis no céu, o banzo (http://pt.wikipedia.org/wiki/Banzo) voltou. Segui, tomando água desesperadamente e só conseguindo pensar em finalizar a viagem, pensando em meus projetos pra 2015, em minhas novas canções para as aulas, na gravação do meu disco, na coordenação artística da ONG, enfim, percebi que eu não estava mais cicloviajando, estava só pedalando.

Cheguei na rodoviária decidido a comprar a passagem não mais para Franca, mas pra minha casa, e de lá eu poderia embarcar diretamente para Osasco, o que é sensacional, pois Osasco está a poucas pedaladas de casa. Assim foi feito, já estou escrevendo de minha casa.

Se estou arrependido?

Sim.

Acho que me deixei levar por um impulso de dificuldade, deveria ter pego o ônibus pra Franca mesmo.

Se estou chateado?

Não mais.

A viagem foi até Holambra/SP, e é isso. Os papos que tive com meu amigo Marcus em Holambra foram altamente significativos para mim, importantes para tudo o que eu tenho de fazer em 2015 e na vida, acho nem Marcus sabe o quanto foi bom tudo o que ele me falou e que a princípio nem era nada direcionado para mim. Foi tudo pra mim o que você disse Marcus, agradeço demais.

Falamos bastante sobre desaceleração, em contextos amplos, de lidar com as coisas com mais calma, em ritmo diferente, o quanto viver no interior proporciona isso com maior facilidade e etc etc, e também como o natural é que as vezes as coisas não deem certo. Não dá pra ser sempre tudo certo.

Foi muito importante quando Marcus disse de seu contato pessoas que lidam mais diretamente com a terra, sobre elas terem ciência de que se eu planto milho, é natural que em algum momento o milho não nasça tão bom quanto em anos anteriores, ou não dê certo em quantidade e qualidade, e isso é o normal.

Então estou eu aqui, lidando com uma viagem menor, com uma expectativa modificada, com um resultado diferente e nem por isso menos interessante. Acho até que a viagem sempre foi para ser somente até Holambra.

Se tudo isso é apenas uma maneira de justificar a mudança de planos?

Pode ser, mas está bem assim. rsrs

Outra palavra profunda de meus papos com Marcus: Gratidão.

Nosso papo foi muito mais amplo do que poderia eu escrever aqui, mas sinto uma enorme e eterna gratidão por você e sua família Marcus, pela recepção, pelas palavras e carinho.

Sinto enorme gratidão a Ernani Baraldi, que está me esperando lá em Rifaina, onde ele me hospedaria e daria dicas de locais para visitar. Ernani eu ainda vou para Rifaina, daqui a alguns dias, eu te aviso antes, mas realmente neste plano da cicloviagem não deu.

Imensa gratidão a Angel Carril, que também me esperava em São José do Rio Pardo, amigo Angel, eu também assumi o compromisso de pedalar na sua região, será plano para os próximos meses, mas vou sim.. vamos agendar um roteiro, eu pego um ônibus e desço aí pra gente pedalar na redondeza.

Gratidão sem fim para Marcelo e Cleide, que me hospedaram na redondeza de Jaguariúna, quando era início de noite e eu não poderia continuar na rodovia. Turma desprendida, gente que ajuda, que não tem barreiras idiotas que encontramos na grande SP, gente de bem e do bem.

Enorme gratidão a Novino Augusto, que se deixou à disposição para me receber em Mococa/SP caso eu precisasse, assim como Erica e Aguinaldo em Araras/SP. Muita, muita gratidão amigos.

Todos vocês podem contar comigo aqui na grande SP também, precisando de alguma coisa, mesmo que não referente a pedal, podem entrar em contato que estou à disposição.

E claro, gratidão infinita à minha família, meu pais, meus irmãos, minha mãe que sofreu rezando todo dia por mim na estrada… Mãe, eu não vou conseguir deixar de viajar de bike, mas acredite, suas boas energias fazem muito bem, só sofra um pouco menos nas próximas kkkk, te amo.

E enorme gratidão a meus amigos que pedalaram comigo via Whatsapp comigo, meu amor Tatiane, Edson, Paulinho, Ian, André, já disse o quanto vocês me fizeram falta e volto a afirmar.

Agora, fora as questões filosóficas, também é preciso considerar questões práticas neste roteiro.

1 – Escolher viajar em janeiro, época muito quente, não é bom. (ótimas dicas que o Antigão me deu via face – http://pneunaestrada.blogspot.com.br/)

2 – Roteiro que abrange 90% só de acostamento de rodovias, nunca mais.

3 – Roteiro sozinho tem que ser no mato, em estradinhas de terra, pois a monotonia das rodovias te cansa muito mais, talvez se estivesse ao menos em dupla a gente até conseguiria permanecer nas rodovias, sozinho eu não aguento…rs

4 – Amigos fazem muita falta, ao menos pra mim

5 – Roteiro só em rodovia, nunca mais

6 – Roteiro só em rodovia, nunca mais

7 – Roteiro só em rodovia, nunca mais

8 – Roteiro só em rodovia, nunca mais

9 – kkkkkkkk

Pra ajudar, no dia anterior da minha mudança geral de planos, eu vi as fotos de uma turma que pedalou só no mato, no Jalapão, aí é que o banzo se instalou de vez.. kkkkk

Cliquem aqui e vejam as fotos dos caras no Jalapão, é disso que eu estou falando…rs

É isso, agora algumas imagens do último dia e até a próxima galera… muitos pedais virão, inclusive umas rotas aqui em São Paulo, pois o Pedivela não pode parar de girar…

Feliz 2015 pra nós

IMG_20150107_101058125

Tudo pronto pra sair de Holambra sentido Campinas e pegar um busão

IMG_20150107_105052500

Tchau pra esta família linda… Valeu Marcus, Telma, Carol e amigos

Parada pra lanche e sombra...

Parada pra lanche e sombra…

É um andarilho gente... com um cabo de vassoura onde estavam penduradas suas coisas... pelo visual da figura ele anda muuiittoo

É um andarilho gente… com um cabo de vassoura onde estavam penduradas suas coisas… pelo visual da figura ele anda muuiittoo

Pedras no caminho

Pedras no caminho

Na rodoviária de Campinas.. não tive problema algum, inclusive ao final da viagem o motorista me pediu desculpas por alguma coisa... eu sorri... #bikebemvinda

Na rodoviária de Campinas.. não tive problema algum, inclusive ao final da viagem o motorista me pediu desculpas por alguma coisa… eu sorri… #bikebemvinda

IMG_20150107_184428278

Dia 01 – Cicloviagem 2015

janeiro 4, 2015 § 3 Comentários

Saudações amigos…
Segue o primeiro relato desta cicloviagem, de Carapicuiba/SP a algum ponto de MG ou ali pela divisa…rs.
Primeiro dia eu sempre acho pesado. O corpo ta frio, está desacostumado com o peso etc etc.
Então hoje não foi diferente, pedalei só 46km suados, fiz um caminho saindo de casa, via Alphaville, e peguei bastante subida, mas foi bom, foi na companhia do grande amigo Edson Silva que ficou comigo até eu pegar a Anhanguera, depois de Polvilho, Cajamar.
Na Anhanguera a monotonia reinou, pois apesar do verde muito gostoso, é só pista, carros e o som dos mesmos.
Só na hora do almoço é que me afastei uns metros da estrada e depois do rango, deitado à sombra de uma árvore pude ouvir pássaros e grilos diversos. Inclusive este canto afastado da estrada é a entrada da casa do Seu Euridis ou Eurídice, um senhor de uns 70 anos que transitava de cuecas brancas pelo quintal de casa, cheio de bloqueador solar…. Cena muito engraçada.
Fui pedir água e ele prontamente me atendeu, depois de se vestir e pedir desculpas, pois segundo ele, hoje ele tirou a barriga da miséria, acordou tarde e ficou de cuecas.
Fiz meu macarrão com atum na frente da casa de Seu Euridis, descansei um pouco e segui pra Jundiaí. Estou aqui em um hotelzinho na praça principal e não tem nada aberto na cidade, restou comer um lanche no carrinho de lanches da praça e voltar pra escrever pra vcs e dormir cedo.
Ah, o sol não estava brilhante, estava atrás das nuvens e não machucou tanto, mas o mormaço desgastou bastante mesmo assim..
Vejam algumas fotinhas, tirei poucas mesmo.
E é bom eu registrar que admiro ainda mais quem faz longas viagens de bike sozinho. Pois estou no dia 01 da viagem e já sinto uma saudade gigante de meus amigos Paulinho, Ian, André, Tati, Edson…. Cicloviajar em grupo é certamente infinitamente mais gostoso.
Até amanhã….

image

Carretinha pronta

image

Lá vai Seu Edson subindo a ladeira.

image

image

image

Rango

image

Casa de hoje

image

Jundiaí bombando

image

Odômetro – Fev 2011 a Jan 2015

janeiro 3, 2015 § Deixe um comentário

Bem amigos, como vou zerar meu odômetro para mais uma cicloviagem, então segue mais uma anotação dos Km rodados, que depois serão acrescidos ao que eu fizer na viagem…

Amanhã é o começo… viagem comigo.. vou postando as novidades..

7578km

Publicações CicloViagem 2015

dezembro 22, 2014 § Deixe um comentário

image

Amigos, em breve vou iniciar mais uma cicloviagem – vejam detalhes aqui: . https://shauandebicicleta.wordpress.com/2014/12/17/pequena-ajuda-para-cicloviagem/ – E vou tentar publicar diariamente um resumo do dia de pedal.
As publicações irão pro blog Shauan de Bicicleta, mas os links virão automáticos pro facebook e google+ também…
Espero que possam “pedalar” comigo, as boas energias dos amigos é sempre muito importante…

Onde estou?

Você está navegando atualmente a CicloViagem 2015 categoria em Shauan de Bicicleta.